Pesquisa personalizada

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Comer, bater no Odie, comer... (tiras nostálgicas)



Mais tiras nostálgicas! Bater no Odie, comer, bater no Odie, encher o saco do Jon, comer, bater no Odie... As tiras abaixo foram publicadas em 1985, de 22/04/85 a 28/04/85. Divirta-se!




domingo, 23 de abril de 2017

Marcha pela Ciência, negacionistas da Ciência e e ações de Trump contra a Ciência



Ontem no mundo inteiro, no dia da Terra, aconteceu a marcha pela ciência, devido principalmente aos atos do presidente americano Trump e para pedir a sociedade que tenha mais credibilidade aos cientistas e para reafirmar o papel vital da Ciência nas nossas vidas... Só que não!

Joy of Tech - Science Marches!

Estamos vivendo um momento em que o descaso e duvidas tomam contas das pessoas e elas passam então, a negar a Ciência em detrimento de suas convicções religiosas. E quando o presidente da maior nação do mundo em poderio bélico sanciona leis contrárias a razão e a própria Ciência, o caso se torna muito preocupante.

A ironia é que os mesmos que negam as descobertas científicas, que são contra as vacinas, que o homem nunca foi à Lua, que Einstein e Newton estavam errados quanto a existência da gravidade, e pasmem, acreditam piamente na Terra ser plana e que tem só 6000 anos (de acordo com seu livro de conto de fadas), acabam por propagar suas idiotices em dispositivos que hoje só existem devido às teorias da Relatividade e Quântica, algumas que eles tanto refutam.

Vemos como a Ciência é tratada no Brasil e a grande expansão das igrejas evangélicas, a invasão do islamismo na Europa, uma religião retrógrada com conceitos ultrapassados no tocante as relações humanas, e ao mesmo tempo, as ações de um presidente louco que podem levar o mundo a mais uma guerra de proporções mundiais.

Nesses 100 dias de governo, Trump declarou guerra a Ciência, pois afirmou que as mudanças climáticas eram mentiras e que atrasavam políticas de crescimento econômicos, e por isso já anunciou um corte de 31% nas agências científicas do governo para o próximo orçamento e propõe a retirada dos EUA do Acordo de Paris, que visa diminuir as emissões de dióxido de carbono e outros gases do efeito estufa, além de aprovar leis que beneficiam a construção de oleodutos e o desmantelamento das usinas que fornecem energia limpa.

E no Brasil? Como fazer o ensino das Ciências Exatas se tornar prioridade se tem grupos de pessoas que querem impor suas crenças religiosas nas escolas exigindo a presença de "teorias" pseudo-científicas no conteúdo? Como fazer entender que crença e fé deve ser relegada às igrejas? Que vivemos num país laico?

Tá difícil...

Obs.: Antes que comentem que a Ciência também precisa de fé, lembrem-se que ela não precisa que ninguém creia nela, só os fatos e evidências já comprovam a sua veracidade quer você acredite ou não.




sábado, 22 de abril de 2017

Crazy links #401 - Thor: Ragnarok





E para vocês, posto 12 crazy links interessantes desta semana!!! Confiram:




sexta-feira, 21 de abril de 2017

Piadas de sacrifício



Em tempos de semana santa e Tiradentes, vem sempre a mente a palavra sacrifício.  Um cara cuja crença originou há séculos, pregado numa cruz e outro que foi esquartejado e virou herói nacional,, mas na verdade foi um bode expiatório.... Bem, como você piadas de sacrifício...




quinta-feira, 20 de abril de 2017

Uma inteligência artificial que transforma cavalos em zebras e inverno no verão



Os algoritmos de inteligência artificial podem fazer coisas interessantes com imagens, como transformar doodles pobres em monstros felinos atrozes, que apesar de não mostrar o verdadeiro potencial dessa tecnologia, ainda é uma maneira divertida de atrair as pessoas.

fonte The Next Web
Mas agora os pesquisadores por trás do modelo de IA que alimentou a ferramenta doodle-para-monstro-felino, implementaram uma manipulação impressionante de imagens que permite transformar cavalos em zebras, maçãs em laranjas, invernos em verões e muito mais.

Em um novo artigo, Jun-Yan Zhu e Taesung Park da Universidade da Califórnia, em Berkeley na Califórnia, apresentaram um novo modelo que essencialmente permite que você possa transformar imagens de uma maneira em um "ciclo consistente", o que significa que  esperam-se que todas as alterações na imagem original em última instância permaneçam totalmente reversíveis.

Por exemplo, o algoritmo poderia ser usado para transformar uma zebra em um cavalo e vice-versa. Veja o modelo em ação no vídeo abaixo:


Mas esta não é a única coisa que o algoritmo melhorado pode fazer.

O que torna o novo modelo particularmente poderoso e versátil é que ele combina as funcionalidades de vários métodos de inteligência artificial de uma só vez.

Isso significa que o algoritmo pode ser facilmente ajustado para executar uma infinidade de diferentes tarefas e transformações. Por exemplo, ele poderia transformar quadros em fotos tão facilmente como ele poderia transformar fotos em pinturas (e, em seguida, até mesmo adicionar vários estilos para eles). Abaixo estão mais alguns exemplos:

fonte The Next Web
Enquanto a tecnologia é capaz de produzir resultados bastante surpreendentes, ainda precisa de algum ajuste mais aprimorado.

Como os pesquisadores explicam, o modelo "não funciona bem quando uma imagem de teste parece incomum em comparação com as imagens de treinamento".

Mas mesmo nestes casos, os resultados tendem a ser bastante divertidos:

fonte: The Next Web

Para aqueles que estão curiosos para ler o código e cavar na documentação, os pesquisadores fizeram seu trabalho disponível no GitHub. Você pode navegar pelo repositório aqui.

fonte: The Next Web




quarta-feira, 19 de abril de 2017

Lista das coisas que sentirei falta após um holocausto nuclear



E mais uma vez a humanidade está sendo assombrada com o fantasma de um holocausto nuclear e/ou guerra mundial e em assim acontecendo, do que você irá se lamentar de nunca mais poder usufruir ou desfrutar?
Joy of Tech - The terrible truth about nuclear war

Eu preparei uma lista de coisas do que sentirei muita falta caso isso aconteça:

1 - Tecnologia: Ficar sem esses maravilhosos dispositivos móveis que tanto facilitam a nossa vida é algo que me assusta. Voltar ao manual será terrível...

2 - Internet: Não ter mais vida virtual, os memes, as tretas, além de todo conhecimento digitalizado é assustador e horripilante.

3 - Eletricidade: Praticamente desde a metade do século 20, a eletricidade está presente nas nossas vidas. Quando tem uma falta de eletricidade, só o simples fato de não poder acender uma lâmpada me deixa paralisado e sem forças para fazer qualquer outra coisa...

4 - Séries/Filmes: Saber que as próximas temporadas das minhas séries favoritas e as seqüências dos filmes de superheróis/ficção cientifica nunca mais serão produzidas fará a minha vida perder completamente o sentido...

5 - Revistas Marvel/DC: Não mais saber o destino das minhas personagens favoritas cujas vidas foram mudadas porque idiotas, que nunca leram um quadrinho sequer, impuseram que eles deveriam ser assim ou assado em nome de uma representatividade forçada assombraria o resto da minha vida...

6 - Corinthians: Ficar sem os jogos do Todo Poderoso, minha vida, minha história, meu amor, seria trágico. Nunca mais tirar sarro dos bambis, porcos e sereias seria um pedaço da minha vida que nunca mais seria recuperada...

7 - Café, chocolate, cerveja, vinho, sorvete... - Meu estômago ronca de tristeza só de pensar...

Coisas que não sentirei falta:

1 - Redes sociais: Nada a declarar...
2 - Ser professor: Nada mesmo a declarar...
3 - Pessoas: Só felicidade!

E o sexo? Bem, tem sempre uma mãozinhha para ajudar... Bwahahahahahahahahahaha!!!




terça-feira, 18 de abril de 2017

O Internet Archive permite rodar jogos e Mac OS da velha guarda em seu navegador



Você é um fã nostálgico da Apple? Eu não, porque nunca tive um dispositivo da Maçã, mas se você for, dá uma olhada nos emuladores do Mac OS da velha guarda no Internet Archive.

fonte The Next Web

O Internet Archive agora hospeda o Mac OS System 6 e System 7, bem como uma variedade de jogos e aplicativos, incluindo Frogger, Space Invaders, MacPaint e muito mais.

Claro que você já pode fazer tudo isso usando um emulador em seu computador, mas ser capaz de acessar um sistema operacional retro do seu navegador é muito mais estiloso e nostálgico. Ainda assim, você tem a opção de baixar o emulador se também preferir.

Para experimentar, vá até a biblioteca Macintosh do Internet Archive e toque no software que deseja testar. E se você quiser experimentar mais jogos retro, dá uma olhada na lista enorme do arquivo de jogos da Amiga também.

Fonte The Next Web via Neowin




Google
 
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf.